PRODIST - Módulo 4: Procedimentos Operativos do Sistema de Distribuição

12/10/2019

Este artigo é parte da série voltada a desmistificar a legislação sobre energia. Este artigo é uma breve resenha e contém alguns comentários sobre o módulo 4 dos Procedimentos de Distribuição de Energia Elétrica no Sistema Elétrico Nacional (PRODIST) da ANEEL. Para compreensão dos termos, siglas e citações recomenda-se a leitura dos artigos desta série e, claro, a íntegra dos documentos. Todos os links e fontes são clicáveis para facilitar o entendimento!

O módulo 4 está na sua revisão 01. São 27 páginas divididas em seis seções (Introdução, Dados de carga e despacho de geração, Programação de intervenções em instalações, Condições e critérios para programação das solicitações de intervenções, Controle da carga, Testes das instalações, Coordenação operacional e recursos de comunicação de voz e dados). Este módulo é essencial por estabelecer critérios para formulação de planos e programas operacionais de sistemas de distribuição, previsão de carga, intervenções nas instalações, controles da carga em contingência, controle da qualidade e coordenação. Os públicos alvos são os distribuidores e agentes,  incluindo os agentes de transmissão detentores das DIT cujas instalações não pertencem à rede de operação do SIN.     


O documento, em geral, é sucinto e objetivo. 

  • Na seção 4.1, além de definições, o tópico 3, relativo às responsabilidades dos distribuidores, contém instruções  para que a composição dos planos e programas operacionais estejam completos e dentro das normas. 
  • Na seção 4.2, as orientações sobre intervenções são completas e descrevem responsabilidades, informações necessárias para comunicação, condições para ser liberada uma intervenção e os critérios mínimos.  
  • A seção 4.3 traz informações que auxiliam nos procedimentos operacionais para controle de cargas e descargas. 
  • A seção 4.4, no item 2 - Teste de desempenho das centrais geradoras distribuídas, trata de testes que a distribuidora acessada pode requerer como: testes de proteção mínimas exigidas no módulo 3
  • As demais seções seguem a mesma lógica, o que faz desse módulo uma excelente fonte de pesquisa e orientação no desenvolvimento dos procedimentos e planos de operação. 

Conforme Negrisoli e Lamin destacaram, o módulo compatibiliza os dados de projeção e demanda com a necessidade de contingências ou restrições. A inclusão das necessidades de restrições das instalações dá ao conjunto do PRODIST proximidade com a realidade operacional, proporcionando maior domínio e controle da distribuição de forma padronizada. 

Produzido por Marcos Alcântara de Melo